Psycomania Life Coaching

Dicas para Aumentar a Motivação

“Todos os dias quando acordo, não tenho mais o tempo que passou, mas tenho muito tempo... Tenho todo tempo do mundo”. Conhece essa música do Renato Russo (1986)? Mesmo que não conheça, te pergunto você também é assim? Vive todo dia como se fosse imortal, deixando para amanhã o que pode fazer agora e de repente, não encontra forças para fazer aquilo que quer? Espera o dia em que, milagrosamente, você acorde renovado, super disposto a fazer seja lá o que for, mas esse dia nunca chega né? Se você faz parte dessa turma ou conhece alguém que faz, vem comigo.


Vamos começar definindo o que é motivação. Motivação é uma palavra que vem do latim “moveres”, que significa mover. Segundo o dicionário, motivação pode assumir vários significados, sendo o seu uso mais comum a definição que está dentro da psicologia. Portanto, motivação, refere-se tanto aos impulsos que fazem com que as pessoas busquem a satisfação de suas necessidades como ao desejo que faz com que as pessoas ajam para atingir seus objetivos futuros.


Transformando isso tudo em um resumo bem fácil de entender = motivação é o motivo para a ação. Isso mesmo, simples assim. Porque eu faço o que eu faço? Seja isso positivo ou negativo.


Muitas vezes ficamos buscando recursos externos para nos motivarmos a fazer ou deixar de fazer determinadas coisas. Ou seja, queremos primeiro ter o resultado para depois tomarmos algum tipo de ação. E essa nossa expectativa é altamente perigosa, pois para conseguir o que eu quero, eu primeiro tenho que fazer alguma coisa. Exemplos simples, mas didáticos: “quero ser magra. Portanto, preciso fazer dieta e exercícios, mas não me motivo porque não estou magra, então me sinto deprimida e como o dobro para suprir minha frustração. Ainda se existisse algum remédio mágico que me ajudasse, talvez eu conseguiria pelo menos começar, mas também, se existir, vai ser caro e eu não vou poder pagar”. Afinal, o que é mais forte: Seu desejo ou aquele pedaço de pizza? Quem manda mais: Você ou a preguiça?


“Quero viajar, mas eu tenho tantas contas para pagar que não me sobra dinheiro para o final do mês e eu estou bem cansado. Talvez se eu vendesse o carro, eu conseguiria ir, mas como vou trabalhar depois? E fora a parcela do apartamento. Acho que preciso de férias. Ainda se eu ganhasse um aumento, eu conseguiria fazer tudo o que eu quero”. Quem te domina: As contas ou os sonhos? O que é mais importante: o valor do carro que você paga ou ter o carro que você precisa?


Você consegue ver que a motivação dessas pessoas está baixa e consegue ver que quase não haverá nenhuma ação para conseguir o que elas querem? Sabe por que? Porque elas estão deslocando a motivação para algo externo. E esse algo externo, só vai ser atingido quando elas efetivamente tomarem ações. Quando elas realmente mudarem o foco de suas vidas, dando o controle a elas mesmas e não mais às coisas ou situações. Então como eu faço para me auto motivar?


Determine de verdade, qual o motivo pelo qual você quer o que quer. Porque você quer ser magra? Porque você quer viajar? Porque você quer ser diferente? Porque você quer ser feliz? Quando seu motivo for forte o suficiente, você já estará bem motivado. Quando eu quero algo de verdade, eu faço por onde (busque exemplos próprios, vai encontrar). E quando estiver agindo, já vai começar a perceber os resultados e vai se motivar mais ainda. É uma cadeia de motivação infinita.


Por exemplo: “Porque quero ser magra? Porque quero me sentir bonita. Quero colocar qualquer roupa e me sentir melhor. Quero aparecer em fotos sem me sentir feia. Quero ter saúde de verdade e cuidar do meu corpo, pois ele vai estar comigo até o final da minha vida. E mais importante, eu quero tudo isso agora e não daqui 30 anos, quando vai ser mais difícil ainda para eu conseguir, pois vou estar 30 anos mais acostumada a não controlar meus impulsos, minhas carências, terei meu metabolismo diferente e não serei nem mais jovem, o que torna tudo isso mais distante ainda da realidade”.


“Porque quero viajar? Porque eu mereço ter um momento de lazer. Eu quero mesmo conhecer este lugar. Trabalho bastante e com comprometimento, tanto que consegui comprar meu apartamento e meu carro, que eu pago todos os meses com o dinheiro que ganho pelo meu esforço. É isso que me faz levantar todos os dias. Eu quero ter e manter as coisas que adquiri ao longo desses anos e que me foram custosas; e também quero poder me renovar e relaxar para poder trabalhar mais e adquirir novos bens. E eu quero fazer isso agora e não daqui 30 anos, quando eu estiver realmente cansado e talvez tenha até minha saúde prejudicada e eu nem sei se terei esse emprego que me permite realizar todos os meus sonhos, incluindo minha viagem”.


A mudança de pensamento do negativo para o positivo e colocar seu foco no lado certo da moeda, fazem toda a diferença para nos manter motivados e ativos todos os dias de nossa vida. Levando sempre em consideração quem eu sou e o que eu tenho agora, assim como o que eu quero e vou fazer agora. Anote essas dicas:


- Tenha objetivos específicos,
- Tenha foco no positivo,
- Lembre-se todo dia quando acordar, que seus desejos dependem única e exclusivamente de você para acontecerem,
- Comemore cada conquista (não importa o tamanho delas),
- Faça as coisas mais difíceis primeiro (elas não vão ser tão difíceis assim e nem continuarão a ser uma pedra no seu caminho),
- Não se cobre tanto e acredite em você,
- Não desista,
- Aprenda com seus erros (100% da humanidade erra, você não é o único),
- Perdoe-se,
- E principalmente: procure não reclamar.


Agradeça. Agradeça de manhã, todos os dias, por estar vivo, por poder existir, por ser um ser humano flexível e adaptável, por poder ser o que você quiser. Agradeça por estar aqui hoje lendo sobre esse assunto, pois esse pode ser o sinal que você pediu aos céus e simplesmente, comece hoje. Comece agora. Coragem.

Por Priscila Marchi | 23/06/2017